"Nascer não é uma fatalidade, mas uma escolha pré-consciente, daquela consciência que se perde quando se voa do céu para a Terra, como dizia Platão"

(Agostinho da Silva, Vida Conversável, p.14)