O oceano é um Upanishad, a terra um Sutra, o sol um Corão, o vento um Evangelho. E tu uma deusa-deus que se rebola a nascer e morrer e a rir e chorar pelas colinas do tempo e do espaço até que regresses ao Infinito de onde tudo vem e de onde nada jamais saiu a não ser na mente estúpida que acredita piamente nas histórias que a si mesma conta para se distrair do Extraordinário que é. (Paulo Borges)


quarta-feira, 27 de junho de 2018

Diálogos Lusófonos


Apresentação de forró com Paulo Aguiar e Daniela Moura



in, Diálogos Lusófonos, 26/6/2018
Coordenação de Margarida Castro

Sem comentários: