"Firme, forte, bem enraizada, a última azinheira e a sua dríade ou Espírito da Natureza, qual Deusa Mãe Terra, saúda-nos e pede-nos para defendermos mais as árvores, em especial as mais velhas, raras e sagradas..." (Pedro Teixeira da Mota)



quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

BICHOS À SOLTA


Caros/as colegas e amigos/as

Venho dar-vos uma sugestão para este Natal; um bom presente para filhos, netos e todos os adultos que se preocupam com a defesa do Ambiente e dos Animais: o meu (nono) livro - Bichos à Solta (Lisboa: Edições Vírgula, Chancela do Sítio do Livro) que foi hoje publicado.

Trata-se de um livro juvenil (ou talvez não) que conta, num registo epistolar, 25 estórias (todas ilustradas pelas minhas filhas Lionor e Constança) onde as personagens principais são golfinhos, baleias, rãs, cavalos, hamsters, esquilos, cães, gatos, flamingos, cegonhas. Estes postais «constituem uma profunda lição de educação ambiental», nas palavras de Paulo Borges (FL-UL) que assina o prefácio.

Estará disponível na página da "Sítio do Livro" ou na Livraria Ferin, na Baixa de Lisboa.

O vosso feedback é desejado através de comentários, críticas e recensões. Agradece-se a divulgação, naturalmente.

Um grande abraço (editorial e natalício) de amizade.
Boas Festas

Luís Souta


Sem comentários: