O oceano é um Upanishad, a terra um Sutra, o sol um Corão, o vento um Evangelho. E tu uma deusa-deus que se rebola a nascer e morrer e a rir e chorar pelas colinas do tempo e do espaço até que regresses ao Infinito de onde tudo vem e de onde nada jamais saiu a não ser na mente estúpida que acredita piamente nas histórias que a si mesma conta para se distrair do Extraordinário que é. (Paulo Borges)


sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Dicionário de Cores


por Walter Barbosa de Oliveira



Laranja: Ou tonalidade laranja, origina-se da mistura do vermelho e amarelo.
Verde: Ou tonalidade verde, origina-se da mistura do amarelo e azul.

A relação entre as cores e as emoções é hoje comumente aceita. Assim: uma Aura fortalecida possuiu cores melhoradas. Uma pessoa nobre e espiritual tem uma aura cor amarelo-ouro, próxima de um puro e deslumbrante branco. A parte anterior do cérebro, que é a área da Razão e da Percepção, manifesta-se em azul, cor fria e calma; o princípio do amor é representado pelo vermelho.

Idealismo, espiritualidade e sublimidade, que combinam pensamento e emoção, irradiam o violeta, ou a união de azul e vermelho.

A paciência, firmeza, integridade e temperança, têm mais a ver com frieza do que com calor e nelas predomina o azul.

Sem comentários: