Levou tempo para que eu percebesse que quem presta muita atenção no que é dito não consegue escutar o essencial. O essencial se encontra fora das palavras.

Rubem Alves


segunda-feira, 9 de setembro de 2019

REAL... IRREAL... SURREAL... (364)


Rupert’s Standard at Marston Moor, Autor Abraham Cooper, 1824
Pintura a Óleo sobre Madeira, 48,7 x 63,3 cm

Abraham Cooper nasceu a 8 de Setembro de 1787, em Londres e morreu a 24 de Dezembro de 1868, em Greenwich.
Filho do proprietário de uma tabacaria em Londres, Cooper na idade de treze anos tornou-se empregado do anfiteatro de Philip Astley, e depois trabalhou como cuidador de cavalos para Sir Henry Meux. Quando tinha vinte e dois anos de idade, quis ter um retrato de um cavalo favorito sob seus cuidados. Comprou um manual de pintura, aprendeu alguma coisa sobre o uso de tinta a óleo, e pintou o quadro em uma tela pendurada na parede do estábulo. Seu empregador comprou o quadro e encorajou-o a desenvolver seu novo talento.

Em 1814, exibiu seu Tam O'Shanter, e em 1816 ganhou um prêmio por sua Batalha de Ligny. Em 1817, exibiu sua Batalha de Marston Moor e tornou-se associado da Academia Real Inglesa, e em 1820 foi eleito académico. Cooper, apesar de não ter tido uma formação artística convencional, foi um artista inteligente e consciente. As cores de suas pinturas eram um pouco frias, mas era um mestre do retrato e da anatomia dos equídeos.

in Wikipedia

Selecção de António Tapadinhas

Sem comentários: