«A meta é provavelmente o ponto sem dimensão. E esse é muito difícil. Acho que não o vou atingir e estou contente por a meta ser essa!»
Agostinho da Silva

quarta-feira, 5 de abril de 2017

O Pássaro Azul




1 comentário:

luis santos disse...


Muito bonita a récita e o quadro, e, já agora, o poema também não é feio. Eu acho!
Grande Abraço Grande António.

Ainda!