De que árvore florida chega? Não sei. Mas é seu perfume.

(Matsuo Basho)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Barulhos


No barulho das ruas
algumas horas
de paz e recolhimento

não há música no ar
nem palavra a ser dita

No barulho das casas
alguns minutos
de repouso e acolhimento

não há discurso
nem a fala do ator

no barulho em geral
instante em que o silêncio
aprofunda o gosto

não há como rasgar a folha
nem recitar a prece  

(Pedro Du Bois, inédito)


2 comentários:

Pedro Du Bois disse...

Caríssimos,
mais uma vez - e como sempre - grato pelo destaque.
Abraços e boa semana.
Pedro

luis santos disse...


Igualmente gratos, caro Pedro.
Abraço.