"Cheguei finalmente à vila da minha infância (...) Paro diante da paisagem, e o que vejo sou eu."

- Álvaro de Campos


quinta-feira, 17 de junho de 2010

Por falar em trabalho


Agostinho da Silva dizia que gostava mais de comer de colher, porque dava menos trabalho. Genial. Em frase, aparentemente, tão banal todo um novo devir civilizacional.

Sem comentários: