De que árvore florida chega? Não sei. Mas é seu perfume.

(Matsuo Basho)

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Prisioneira da Vida


Fui uma prisioneira da vida
Sem (quase) dar conta
Esperei, suportei, acreditei…
Porém, nada vi
Cansei, cansei…
Desisti!

Mas o teu amor, enfim

vai libertar-me!



Florir em Agosto


Texto e Foto de Luís Souta


Sem comentários: