De que árvore florida chega? Não sei. Mas é seu perfume.

(Matsuo Basho)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Cerrado com Neve





Cerrado com Neve
Kity Amaral
óleo sobre madeira
2001
Passárgada


Ele tem um quê de Natal, Bélgica francofônica misturada com Minas Gerais.
Tudo do Agora.


Abreijos cheios de Luz!

2 comentários:

Cristiana disse...

NADA: quase nada: apenas uma brancura e uma
pulsação leve: ar. Algo que vem na transparência de um
enamorado fundo: esplendor que impele o mais leve
para o cerrado coração do mundo.


António Ramos Rosa

luis santos disse...


Sim, a leveza e a brancura. Os namorados. O Amor.
Os namorados no cerrado, coração do mundo.
A música flamenga e a Andaluzia.
Sevilhanas, e suas castanholas, que amorosamente batem com suas tamancas no chão do cerrado.
As flores vermelhas do monte e na lapela.